As roseiras da serra da Baêta no oeste de Bom Conselho

Por Cláudio André, publicado em 30 de julho de 2021

As roseiras crescem em praticamente todo o mundo. Elas podem ter a forma de arbusto ou de trepadeira. A planta que dá rosas se chama roseiraRoseiras crescem em quase todo o mundo.
roseira necessita rega constante, mas o solo não deve ficar empapado – é preciso ter uma boa drenagem. Apenas a terra deve ser molhada, evitando-se cobrir a parte aérea com água. A planta deve receber sol direto, evitando sombra, cantos escuros e ambientes internos

A época de plantio das rosas vai de meados de Março até meados/fim de Abril consoante o clima. Escolha um local para a planta com ar e luz suficientes, de preferência que tenha ao longo do dia várias horas de exposição solar.
A serra da Baêta, oeste de Bom Conselho, inserida no planalto da Borborema, tem uma altitude que varia de 733 a 750 metros e tem um clima que é ideal para a reprodução de roseiras em suas variadas espécies.
rosa nem precisa de justificativa para ocupar o posto de rainha das flores. Nenhuma outra planta lidera essa lista com tantas qualidades, que vão da diversidade de corestamanho e perfume à inspirações em todas as artes, da poesia à pintura, em qualquer cultura, ocidental ou oriental. Para se ter uma ideia do fascínio que essas flores exercem sobre nós, os chineses já cultivavam roseiras desde 2650 a.C.
O pôr do sol é uma das manifestações da natureza que da gosto de se ver. Imagine um entardecer entre uma plantação de roseiras! É um momento diferenciado e ímpar.
Depois de um dia de trabalho, quando o cansaço físico bate à porta, aparece essa mistura de entardecer com anoitecer, não tem alma que num se acalme.
Os persas levaram mudas para a Europa e, de lá, as rosas conquistaram os romanos, que as usavam como alimento, enfeitando carnes e saladas. De Cleópatra a Afrodite, centenas de personalidades ajudaram a propagar o encanto dessas flores – o rosário, aliás, tem esse nome porque Nossa Senhora teria envolto São Domingos em um colar de rosas celestiais quando ele se viu provocado pelo demônio.
As espécies de rosas que encontramos na serra da Baêta em Bom Conselho, agreste meridional de Pernambuco.
Na verdade, há uma grande variedade em plantas nativas na serra da Baêta. Da direita para a esquerda: 1. Cana-da-Índia 2. Flor-de-natal 3. Cana-da-Índia 03. Alamanda-amarela.
Cana-da-Índia (Canna indica L.), também conhecida como achiracana-índicacana-do-brejobiribananeirinha-da-Índia e/ou bananeirinha-de-jardim, é uma espécie de planta da família Cannaceae, nativa da América do SulAmérica Central, do oeste da Índia e do México, e cultivada durante milhares de anos pelos povos indígenas das Américas.
Alamanda, common trumpetvine, também conhecida como alamanda-amarela ou dedal-de-dama, é uma planta tóxica ornamental da família Apocynaceae. É nativa do Brasil. É uma trepadeira arbustiva e latescente. Possui quatro folhas verticiladas, oblongas ou ovadas, acuminadas e glabras.

Patrocinadores

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas, formado em radiojornalismo, poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE), escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM e Rádio Web News Olho d'Água, criador do Projeto Música na Escola, ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura. Membro efetivo da FACUPIRA (Fundação Cultural de Palmeira dos Índios/AL), Ex-membro do Conselho Municipal de Saúde de Bom Conselho/PE. Colunista dos sites Tribuna do Sertão (P.dos Índios) e Tribuna do Agreste (Arapiraca) e 7 Segundos (Maceió). Ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Bom Conselho/PE.