NASCENTE E UM DOS AFLUENTES DO VELHO CHICO: FEIÇÃO HIDROGEOLÓGICA NAS PROXIMIDADE DA SERRA DO JACU BERÇO DO RIO TRAIPU

Por Cláudio André, publicado em 11 de agosto de 2020

Publicidade

O município de Bom Conselho por ser inserido no Planalto da Borborema, apresenta uma formação geomorfológica que permite a configuração de divisores de água de bacias de drenagens. As serras da parte leste e sudeste do município de Bom Conselho, por exemplo, são berços de um conjunto de nascentes, rios e riachos que formam a bacia do Paraíba do Meio. Logo as nascentes do Rio Balsamo, Rio Papacacinha são exemplo de feições hidrogeológicas  situadas na região serrana nas partes leste e sudeste do município de Bom Conselho.

O presente texto tem a sua relevância por trazer uma contribuição sobre a origem do Rio Traipu no município de Bom Conselho. Para chegar até a nascente foi feita duas visitas a campo para a produção de matérias sobre o Rio Traipu em Bom Conselho para o Blog do Cláudio André O Poeta. Acima está a lagoa do Dô, que é uma tem uma das nascente do rio Traipu.

 

O radialista, blogueiro e trilheiro, Cláudio André O Poeta, trabalha com objetivo de documentar de modo detalhado as nascentes de rios do município e busca trazer a público as potencialidades de Bom Conselho. Muitos aspectos geográficos, turísticos e históricos são desconhecidos para muitos bonconselhenses, logo textos como esse se justifica pela importância de levar esses conhecimentos a todos, pois temos o direito de conhecer sobre a dinâmica geomorfológica, climática e hidrológica de nosso município.

Por outro lado, voltando a discussão do texto, na parte oeste e sudoeste do município, a Borborema nos deu um conjunto de serras formadas por “Serra Queimada”, “Serra Grande”, “Serra da Baêta”, “Serra da Bela”, “Serra das Flores”, “Serra dos Mocós”, “Serra do Jacu” e “Morro Grande”. Há uma intercalação na paisagem devido ao vale do Traipu. É possível ver no extremo oeste do Município de Bom Conselho a Serra dos Mares.

facheirofacheiro-azul ou mandacaru-de-facho (Pilosocereus pachycladus) é uma planta do gênero Pilosocereus e da família das cactáceas. É endêmica da região Nordeste do Brasil. O facheiro atinge até dez metros de altura com ramificação verde-escuro e bastantes espinhos, ocorrendo nas caatingas dos estados do PiauíCeará, Rio Grande do Norte, ParaíbaPernambucoAlagoasSergipe e Bahia.

mandacaru (Cereus jamacaru), também conhecido como cardeiro e jamacaru,[1] Planta da família das Cactaceae, gênero cactus. Arbustiva, xerófita, nativa do Brasil, disseminada no Semiárido do Nordeste. Mandacaru vem do tupi mãdaka’ru ou iamanaka’ru, que significa “espinhos agrupados danosos”.

O jacu, ave que da o nome da serra que fica no oeste de Bom Conselho, assemelha-se morfologicamente aos seus parentes distantes, os faisões e perdizes europeias e asiáticas. No passado, essa ave que hoje está em extinção por essa região de Bom Conselho, vivia tranquilamente, pois essas bandas de Pernambuco chegou fazer parte da Amazônia e somente com os desmembramento das regiões, a ave não sobreviveu por aqui, provavelmente pela ação do homem caçador.

Esse complexo serrano da parte oeste de Bom Conselho é berço da nascente do Rio Traipu que nasce nas proximidade da “Lagoa do Dô” e Serra do Jacu. E o Rio Salgado que nasce próximo a Serra Grande, além de vários riachos. Essa rede de drenagem faz parte da Bacia do “Velho Chico”, pois  as águas que flui pelos riachos e Rio Salgado na parte oeste do município buscam o Rio Traipu que por sua vez segue para o Rio São Francisco.

Logo se deduz que a região da Lagoa do Dô e da nascente do Rio Traipu é um ponto onde o lençol freático se comunica com a superfície. À água que é infiltrada naquele lugar e penetra no subsolo é logo barrada pela rocha impermeável que forma o sistema freático é induzida a aflorar na superfície para alimentar a nascente do Traipu e a “Lagoa do Dô.

 

O rio Traipu nasce no oeste, segue com destino ao norte e depois faz uma curvatura sentido sul até sua foz na cidade de Traipu em Alagoas, quando deságua no Velho Chico. Mas se não sabiam, os rios Salgadinho e Traipu nascem em território bonconselhense. Nesse local onde estou, é o início do seu meandro.

planalto da Borborema, também conhecido como chapada Pernambucana — devido a estar situada em parte da antiga Capitania de Pernambuco — serra da Borborema, ou ainda, planalto Nordestino, é uma região serrana no interior da região Nordeste do Brasil. O município de Bom Conselho está nesse contexto.

Na Polinésia, acredita-se que o suco de noni serve como fruta medicinal há mais de dois mil anos para o tratamento de diversas doenças relacionadas ao sistema imunológico. O suco de noni é usado para combater bactérias, infecções virais, parasitárias, fúngicas, tumores, entre outros.

Consumido na Ásia há pelo menos 2 mil anos, o noni, um fruto bastante parecido com a fruta-do-conde, está se tornando cada vez mais conhecido por aqui. Na medicina popular oriental, ele é receitado para combater desde dores no corpo até tumores ou diabetes. Esse pé de NONI encontrei na serra do Jacu, na casa de dona Lindinalva e seu Zé Barbosa.

Essa são as ruínas de um dos moradores mais antigos da Lagoa do Dô, José Barbosa da Silva, conhecido pelo apelido Terto Barbosa, pai do senhor Zé Barbosa. Por muitos anos morou nessa casa e muitas histórias essa moradia tem registrada.

Resultado das últimas chuvas, uma cavidade na rocha granítica se formou num caldeirão natural com o acúmulo d’água.

Veja que interessante. O quartzo aflorando de dentro da rocha granítica. Estudando, descobri que Quartzo, feldspato, micas e anfíbolas são os minerais dominantes nas rochas graníticas e afins. … Nos granitos mais leucocráticos (claros), portanto com menor quantidade de minerais ferro-magnesianos, o quartzo e o feldspato compõem normalmente entre 85% e 95% da rocha.

A Feição Hidrogeológica do Rio Traipu é do tipo pontual e de relevo. Próximo a essa nascente, existe outras nascente alimenta a “Lagoa do Dô” que fornece água para os moradores da região. É possível ver claramente o papel dessas nascentes na vida dos moradores desse lugar, pois à água é um recurso importante para as atividades agropecuária desenvolvida naquele local.

A serra do Jacu tem outras derivações em lembrança da ave que recebe esse e outros nomes, como por exemplo, jacuguaçu ou jacuaçu (Penelope obscura) é uma ave da família dos cracídeos, que habita a Mata Atlântica no Brasil, nas regiões Sudeste e Sul do país. Acredita-se que há centenas de anos nessa região esse tipo de ave tinha como o lugar como seu habitat.

O pôr do sol da serra do Jacu simplesmente é fascinante. O cruzeiro “símbolo da fé cristã, pregado em cima da serra, deixa o cenário ainda mais belo. No período da Semana Santa as casinhas de oração (devoção popular), são muito visitadas, pois moradores da região vão pagar suas promessas e fazer suas orações.

A beleza serrana do município de Bom Conselho encanta a todos. A serra do Jacu tem uma área de 2. 152, 50 m². Em todo o seu prolongamento há uma planta nativa que se da muito bem em brejo de altitude de uma vez que sua raiz não precisa de profundeza para se prosperar, refiro -me a Almeidinha (parente do aveloz e do labirinto).

O Rio Traipu ao nascer em Bom Conselho graças ao sistema hidrogeológico na região da Lagoa dô, segue passando por vários sítios como o “Traipu”, proximidades do sítio “Abóbora”, no seu curso é alimentados por rios e riacho e ruma a Alagoas se encontrando com o Rio Salgado no município  alagoano de Minador do Negrão e segue para o Rio São Francisco.

O geógrafo José Fábio dos Santos, que nos acompanhou nessa saga rumo a descoberta da nascente do rio Traipu, em seu texto fez uma descrição minuciosa da pesquisa de campo. Outros pesquisadores bem que tentaram, mas nós descobrimos após longas caminhadas e desencontros nos percussos. No final, deu tudo certo. A nossa próxima aventura será documentar o encontro dos dois rios (Salgadinho-Traipu), que juntos vão se encontrar com o Velho Chico.

TEXTOS: José Fabio dos Santos Bezerra

FOTOS: Cláudio André O Poeta

Aguardem!

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA