CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO DO SÍTIO FLORES – RESULTADO DE UMA PROMESSA PARA COMBATER A FEBRE A AMARELA EM BOM CONSELHO HÁ MAIS DE DOIS SÉCULOS

Por Cláudio André, publicado em 30 de junho de 2020

Publicidade

No sítio Flores, oeste do município de Bom Conselho, tem a capela centenária de São Sebastião, que segundo os mais antigos da região, o templo foi construído pela família Gomes. No inicio era uma simples capelinha, resultado de uma promessa ao santo para protege-los da Febre Amarela que atingiu a comunidade. Acrescenta-se a história que a capela que você ver na imagem acima, foi reconstruída pela FAMÍLIA SIQUEIRA, no século passado. A primeira capelinha foi deteriorada pelo passar dos anos. Não se sabe quantas pessoas moravam na comunidade e que foram salvas da doença após a promessa feita ao referido Santo.

Foi em frente a capela de São Sebastião do sítio Flores, que iniciamos uma trilha de 15 km (ida/volta) para a cachoeira do Poço Escuro.

Segundo dados históricos, devemos admitir que a primeira epidemia de febre-amarela conhecida no Brasil, foi a que irrompeu no Recife, no ano de 1685. Com esses dados, acredita-se que a primeira capelinha em homenagem a São Sebastião seja em igual período, 27 anos depois, período que BOM CONSELHO, foi fundada. Os primeiros casos da FEBRE AMARELA em Pernambuco, aconteceu há exatos 335 anos. Os primeiros casos da doença no Brasil se deu no ano de 1640. Ultimamente, essa capela de São Sebastião é administrada pelo senhor Josuel Cavalcante e família, quando todos os anos há celebrações religiosas em homenagem ao santo.

Depois de levantarmos dados históricos sobre a capela de São Sebastião, seguimos a trilha ecológica, entre as serras da região… Cada passo que fomos registrando, fomos descobrindo belas paisagens, diante da imensidão serrana do local. As altitudes tem uma grande variação. Começamos com 590, chegamos a 552 e começamos a declinar para 547 e já no leito do rio Salgadinho, registramos uma altitude de 320 metros.

Com o amigo Borracheiro, fizemos uma grande trilha ecológica, desbravando as belezas naturais da região da serra Grande, sítio Flores e adjacências.

A partir que fomos se distanciando, a serra Grande foi se apresentando com sua imponência coberta pela camada úmida da nuvem. Essa serra é uma das maiores do município.

Quando estávamos por trás da serra dos Mocós, conseguimos fazer a imagem do Serrote do Vento, um maciço rochoso, localizado no município de Estrela de Alagoas. Para quem já subiu no seu cume, sabe da localização importante que esse rochedo tem.

Por um outro ângulo pudemos fazer um registro fotográfico do Vale do Salgadinho, um dos lugares mais desertos do município de Bom Conselho, agreste meridional de Pernambuco. Percebam que a vegetação arbustiva está por todos os lados. Agora tudo está verdinho.

Na mesma região encontramos mata de transição, características que se misturam, caatinga e mata atlântica num único espaço territorial. A fauna por essas bandas é bastante preservada. Encontramos uma grande variedade em pássaros.

Interessante, que no percusso por onde passamos,entre a serra Grande e o Vale do Salgadinho, encontramos várias casas antigas de barro abandonadas. Nessa, onde eu, Cláudio André, Bruno, Borracheiro e Fábio Santos, vimos de perto que por ali moraram antepassados, provavelmente, famílias que vivenciaram histórias há muitos anos atrás. Não descobrimos quem foram os moradores dessa casa abandonada.

O serrote do Vento localizado no norte do município de Estrela de Alagoas é um rochedo granítico escupido pela ação da água e vento há milhões de anos. Altitude do Serrote do Vento ultrapassa os 600 metros de altitude. Estrela de Alagoas é uma cidade de Estado do Alagoas. Os habitantes se chamam estrelenses. O município se estende por 259,8 km² e contava com 18 205 habitantes no último censo. A densidade demográfica é de 70,1 habitantes por km² no território do município.

A serra dos Mocós é a linha divisória entre o Vale do Salgadinho e a região do distrito de Logradouro dos Leões, zona rural de Bom Conselho. Vários grotões transformam o relevo em grandes aclives e declives, cobertos por vegetação arbustiva, mas que em alguns trechos encontramos muitas árvores arbóreas.

Como falamos anteriormente, é comum encontrarmos várias casas antigas abandonadas. Segundo os mais antigos, muitas famílias abandonaram suas moradas devido a falta de condição de subsistência. Essa, por exemplo, fica por trás do serrote do Baixio. Com o passar do tempo o telhado caiu e resta algumas paredes de pé. Não fomos informados quem foram os moradores dessa casa.

A vida de pesquisador não é fácil, porém muito prazerosa. Quando estamos em locais onde podemos respirar ar puro, conhecer novos lugares, tudo isso serve de “combustível” para continuarmos firmes num projeto que vai ajudar muitas pessoas que não conhecem os potenciais turísticos de sua terra natal.

O vale do Salgadinho que é bastante povoado, tem muita riqueza turística a ser explorada. O vale está numa linha divisória entre as regiões leste e oeste do município de Bom Conselho. O vale é bastante largo quando se aproxima da divisa com o estado de Alagoas. A maioria das famílias vivem da agricultura.

Por essa imagem panorâmica, mapeei a localização exata das serras que compreendem toda a cordilheira que finaliza o planalto da Borborema. Infelizmente, a principal estrada que interliga o vale do Salgadinho ao sítio Flores e serra Grande está abandonada pelo poder público. Para os corajosos, ainda conseguem trafegar de moto, senão, a opção é em cima de um lombo de um animal ou a pé.

Com uma altitude acima dos 550 metros, fomos tendo uma vista panorâmica do vale do Salgadinho. Em reportagens anteriores, fizemos muitas imagens com ângulos de norte-sul, leste-oeste e agora oeste-leste, pois somente assim compreendemos a situação geográfica dessa região serrana de Bom Conselho.

Ilton, Victória, Bruno, Cláudio, Fábio e Borracheiro, o que eles tem em comum? Amor pela natureza. A caminhada que fizemos, por locais remotos, em muitos trechos, que só passa a pé, enfrentando subida íngremes e que exige muito preparo físico, tem que gostar do que faz. A realização de uma HIKING (Uma caminhada é uma atividade, geralmente desportiva, não competitiva, praticada essencialmente em ambientes naturais, obtendo os seus praticantes os benefícios inerentes à prática de atividades), foi nosso objetivo com uma turma muita animada.

Qual a diferença entre trilha e trekking?  Trilha ou hiking  (raique pronúncia em português), é um termo inglês que, traduzido a grosso modo, significa “caminhar por aí”.  Já o trekking  (tréquim pronúncia em português), teve origem na África do Sul, quando os colonizadores holandeses caminhavam longos trechos pelo território africano. Na imagem acima, foi num dos momentos que paramos para recuperarmos as energias e seguirmos em frente. Atrás está a serra dos Mocós.

Passamos por um plantio de milho geneticamente modificado, que é cultivado exclusivamente para ser usado no cilo para a engorda do gado. O clima da região é muito favorável para esse tipo de coheita.

Quando descemos os 600 metros de altitude da comunidade do sítio Flores, chegamos a uma planície dentro do vale do Salgadinho. Por esse trecho encontramos vários tipos de rochas graníticas e sedimentares, em todas elas muita riqueza mineral, como por exemplo, quartzo, quartzito, feldspato, mica e outros.

Na próxima reportagem contaremos mais sobre essa grande aventura pelo lado oeste do município de Bom Conselho. Afinal, foram 15 km de muita caminhada e muitas histórias a contar. 

Essa reportagem tem os seguintes patrocinadores

Banner%2BNovo%2BFormato%2B2%2B%25281%2529

Estilos%2B780X178

dsm
anigifFORMULA
Presentes
El%25C3%25A9trica
Cristo%2BRei
FARMACIA
MARCIA
pp

Mais sobre:

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA