A CHAPADA DA BORBOREMA E A CORDILHEIRA BONCONSELHENSE SÃO ATRATIVOS TURÍSTICOS QUE AINDA NÃO FORAM EXPLORADAS

Por Cláudio André, publicado em 17 de junho de 2020

Publicidade

Dentro de um roçado de milho, resolvi fazer essa imagem da serra Grande, com sua imponência. Se da roça tive essa visão, imagem de cima do cume da serra, que tem mais de 02 km de comprimento.

Na maioria das cultivares a colheita se dá entre 90 ou 100 dias após a germinação. Mas esse tempo pode variar, principalmente em fator das condições climáticas. Uma maneira prática de saber se o milho verde está pronto é observar a época em que a segunda florada do cabelo fica seca.

milho verde pode ser considerado uma hortaliça, em virtude do tempo de sua permanência no campo até o momento da colheita, que é de aproximadamente 90 dias no verão e de 100 dias no inverno. Por isso, o local de produção deve estar situado o mais próximo possível dos centros consumidores.

Sem a depredação do homem a fauna e a flora da região da serra Grande é bastante protegida. Nessa região encontramos várias espécies de pássaros, as mais comuns de encontrar são a rolinha branca e casaca de couro.

São vários vales que podemos encontrar nos arredores da serra Grande. Os vales são geralmente formados pela atividade fluvial, onde a ação da água corrente causa a erosão do terreno. No entanto, os vales podem ser formados por outros processos geológicos.

Se não tem vegetação, tem roça. Se não tem mato, tem plantação. Os moradores do pé da serra Grande são agraciados um lugar sensacional, com uma vista maravilhosa.

Os formigueiros são construídos por formigas operárias, que escavam o solo para construir a colônia; A maioria das espécies não pica ou machuca diretamente seres humanos e outros animais.

Segundo o professor e pesquisar Dárdano de Andrade Lima, em diversas serras, as variações de umidade e temperatura durante os períodos
chuvoso e de estio, determinaram condições especiais e mais rigorosas, que resultam
em um fácies próprio, dessas florestas serranas, com espécies típicas e fisionomia
distinta.

São, na maioria dos casos, ilhas de floresta perenifólia na zona da caatinga,
podendo, entretanto, haver continuidade entre a floresta úmida costeira e esse fácies
dos brejos de altitude.

Isso ocorre em Camocim de São Félix e parece ter ocorrido,
no passado, com a floresta da serra de Garanhuns, que sugere ter sido contínua na
direção Brejão – serra de Bom Conselho, acrescenta o professor Dárdano.

Toda essa formação serrana está dentro da chapada Pernambucana, onde a mistura de vegetação é bem visível. No meio, está o vale do Salgadinho, por onde passa um dos afluentes da Bacia do Velho Chico.

A serra Grande é uma camada rochosa granítica que ainda passa por transformações do intemperismo. Em toda sua volta tem vegetação arbustiva da caatinga.

Arbusto é todo o vegetal do grupo das angiospermas, dicotiledôneas e lenhosas, que se ramifica desde junto ao solo e tem menor porte em relação às árvores. São plantas que não necessitam de grandes espaços para o seu bom desenvolvimento. Arbustos pequenos e baixos, geralmente não passando dos 2 metros de altura, como a lavanda, mirta e a maioria das variedades pequenas de rosas de jardim, são frequentemente chamados de moita.

O agreste pernambucano é inegavelmente uma subdivisão da caatinga, embora
haja opiniões em contrário. Sua vegetação atende aos requisitos que caracterizam a
caatinga, tais sejam, presença de espécies decíduas em grande número armadas de
espinhos, e abundância de Cactáceas e Bromeliáceas. Além disso, muitas das espécies
que vegetam no sertão estão igualmente presentes, em larga escala, no agreste.

Devido a uma maior densidade demográfica, a devastação das reservas arbóreas
é mais intensa e vastas áreas existem atualmente, sem uma única árvore. Apenas
algumas serras e brejos conservam um pouco da antiga cobertura.

Aí está a serra Grande, um penedo rochoso que ainda passa por transformação geológica devido o desgaste provocado pelo intemperismo. Quer ir conhecer? Pegue a estrada. Ela está localizada na região oeste do município de Bom Conselho, distante 09 km.

Essa reportagem teve o patrocínio dos seguintes apoiadores

COMERCIAL

Publicidade

Bom Conselho

Mais sobre:

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA