AS ROCHAS SEDIMENTARES ENCONTRADAS NA ILHA DE RARRÁ NO SERTÃO DO VELHO CHICO

Por Cláudio André, publicado em 6 de março de 2020

Adjetivos não faltam para um lugar que a natureza se expõe e deixa o ser humano vulnerável as suas mudanças imediatistas. A ilha de Rarrá, localizada no meio do rio São Francisco é um grande presente que o Criador do Universo concedeu para nós pobre mortais.

O frondoso pé de jurema a beira de um dos lagos que água é represada pela barragem de Itaparica. Aqui os ponteiros do relógio giram lentamente e não há motivos de fazê-los passarem tão depressa.

Areia, rochas, conchas, água, vegetação, fauna e flora protegidos, não há como não respirar ar puro… Se nada disse te fascina é por que seu mundo não é desse mundo… Nessa ilha você tem duas opções, amar e proteger a natureza ou simplesmente sair de perto dela.

Essa camada de sedimento solidifica-se e origina um processo denominado por diagênese, que consiste na compactação e cimentação dos sedimentos até que esses se transformem em rochas sedimentares. Ao formar as rochas com os restos de organismos dentro delas, o processo de fossilização está consolidado. Foi isso que encontrei na Ilha de Rarrá, uma rocha fossilizada.

As rochas sedimentares são formações naturais resultantes da consolidação de fragmentos de outras rochas (chamados de sedimentos) ou da precipitação de minerais salinos dissolvidos em ambientes aquáticos.

Você pode perguntar, a água desse lago é salgado ou doce? Por estar dentro de uma área de preservação e no leito de um rio de água doce, não poderia ser diferente.

Encontrei enquanto caminhava pela ilha de Rarrá em Petrolândia, muitas conchinhas misturadas com a areia das dunas. Elas são basicamente carapaças protetoras dos moluscos marinhos, animais de corpo mole. Quando eles nascem, forma-se a seu redor uma concha provisória, chamada protoconcha. Quando o molusco cresce e atinge a idade jovem, começa a se constituir a concha definitiva, substituindo a primeira.

Imagine você, cedo da manhã, tomar banho num lugar assim. No horizonte vendo o sol nascer. É uma experiência que não é para qualquer um. A ilha de Rarrá me propôs isso…

A estiagem prolongada afetou em cheio o rio Velho Chico meses passados. A diminuição do volume de água é sentida principalmente no trecho nos fundos dos lagos que margeiam o rio. O leito totalmente assoreado revela muita sujeira e degradação do meio ambiente. A cor da água também impressiona.

Um lugar que chama a atenção tanto pelo nome quanto pela beleza escondida nele: Ilha de Rarrá. Uma verdadeira joia do São Francisco, localizada no meio do rio entre Petrolândia e Glória, na Bahia. Um pequeno paraíso rodeado por águas cristalinas e dunas de areia clara.

De tão bonita parece até miragem, mas ao se aproximar de catamarã se percebe que a ilha é uma deslumbrante verdade. Verdade que não há melhor lugar para dormir e acordar sentindo a energia única do Velho Chico. Voltei a ser criança por alguns instantes, relembrando minha infância no sertão de Alagoas.

Água cristalina, vento leve e puro, água friinha, lugar raso e os troncos embelezam o cenário. Seu Rarrá, quando vivo, realmente era um cara inteligente. O lugar tornou-se numa salvação não só para os animais que ele criava, mas também e, principalmente, para os humanos. Espaço perfeito pra quem quer se desligar do mundo e se conectar intimamente com a natureza.

Fechamos assim a série de reportagens sobre a Ilha de Rarrá. Quer ir conhecer? Vale apena. Quer estar num lugar tranquilo, que transmite paz e harmonia com a natureza? A ilha de Rarrá é o lugar ideal. O acesso é pela cidade de Petrolândia, distante uns 70 km da cidade de Paulo Afonso/BA.

AGRADECIMENTOS

Mais sobre:

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

SEDUÇÃO CAMISARIA

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

MALHARIA COLATINO

BIO FITNESS ACADEMIA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE