LAJEDO DO BRAVO/PB: UM SÍTIO ARQUEOLÓGICO IMPORTANTE DO CARIRI PARAIBANO

Por Cláudio André, publicado em 1 de novembro de 2019

Publicidade

O geossítio do Bravo apresenta como temas mais expressivos a geomorfologia (representada por matacões de diversos tamanhos e graus de arredondamento) e o patrimônio cultural, especialmente a arqueologia (pinturas e gravuras rupestres), lendas e folclores, ocorrendo ainda diversas geoformas.

Localizado no Sítio Bravo, distante cerca de 11 km do centro da cidade de Boa Vista, o Lajedo do Bravo é um dos atrativos turísticos do sertão do Cariri Paraibano.

No Cariri Paraibano, o Lajedo do Bravo, no município de Boa Vista-PB, apresenta distinta paisagem geológica, geomorfológica e cultural. Nas últimas décadas, vem crescendo a atividade do turismo no Lajedo do Bravo.

Os atrativos turísticos são vários: lajedo granítico com várias geoformas (matacões arredondados com diversas formas, tanques naturais, muralhas, etc.), arte rupestre (pinturas e gravuras), registros arqueológicos e paleontológicos.

Este trabalho tem como objetivo inventariar o patrimônio geomorfológico do Lajedo do Bravo. Foram feitos trabalhos de campo para, com auxílio da planilha de valoração proposta por Vieira (2014), identificar, descrever e valorar o patrimônio geomorfológico.

Os resultados mostraram um alto valor intrínseco do lajedo, mostrando seu expressivo patrimônio. Os indicadores de uso e gestão foram relativamente os de mais baixo valor. Estas características mostraram a necessidade de se investir em estratégias de conservação.

Nas últimas décadas, segundo Vieira (2014), a natureza deixou de ser considerada apenas como um recurso econômico, associada à sua exploração, e transformou-se em patrimônio dotado de um conjunto significativo de valores: estético, científico, educativo, cultural e mesmo econômico. Esse reconhecimento da natureza foi referendado na conferência da UNESCO, em 1972, onde foi aprovada a Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial Cultural e Natural.

O sítio Bravo é uma comunidade rural situada no município de Boa Vista, no Cariri Paraibano. Nessa comunidade situa-se o Lajedo do Bravo que é uma área de grande interesse geológico, geomorfológico, arqueológico e paleontológico.

As formas de modelagem em rochas graníticas são um conjunto de ativos com valor patrimonial. Eles representam sequências de processos diferenciais de alteração, meteorização e erosão da rocha. Pelo que vimos há superfícies, vales em linha de fratura, cúpula, tor, boliche e amplo namoro de formas menores (pias, tafoni, potes …) eles formam uma paisagem herdada.

Os atrativos turísticos neste Lajedo são vários: lajedo granítico com várias geoformas (matacões arredondados com diversas formas, tanques naturais, muralhas, etc.), arte rupestre (pinturas e gravuras), e registros arqueológicos e paleontológicos.

Este trabalho que estamos fazendo tem como objetivo contribuir com  inventário do patrimônio geomorfológico do Lajedo do Bravo, com intuito de produzir conhecimento científico voltado à geo conservação da área.

Nesses estudos, inicialmente, valorizou-se sobremaneira os elementos bióticos do patrimônio natural, como flora e fauna locais, resultando no levantamento e valorização da biodiversidade. Com o intuito da preservação e conservação da natureza, em particular dos aspectos abióticos, surgiram os conceitos de geoconservação e geopatrimônio, que, em última análise, expressam a ideia de conservação do patrimônio geológico-geomorfológico da Terra.

Aonde se ver apenas rochas e vegetação puramente de caatinga, há umas exceções, tipo, acúmulo d’água devido as chuvas isoladas que caíram na região do Lajedo do Bravo. Essa água acumulada, sabe-se que não perdurará por muito tempo devido as altas temperaturas e água passará pelo processo de evaporação, que é a mudança do estado líquido para o gasoso devido o aquecimento das rochas.

Para fazer esse novo intercâmbio profissional contei com o apoio dos amigos, Alexandre Piúta, Marcos Guerra, Edézio Ferreira, Manuela da Fórmula Certa, Pedrinho da Churrascaria do Pereira, Aluizo Bernardo, Givaldo do Sindicato, Jefson Fittipaldi (diretor do Sindicato dos Radialistas/PE) e ao amigo e vice-prefeito de Terezinha, Rogério Bezerra.

NA PRÓXIMA REPORTAGEM TEM MAIS SOBRE O SERTÃO DO CARIRI PARAIBANO…

Mais sobre:

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA