AS GEOFORMAS E OS LAJEDOS DA CIDADE DE CABACEIRAS NO CARIRI PARAIBANO

Por Cláudio André, publicado em 31 de outubro de 2019

A zona rural de Cabaceiras no sertão do Cariri da Paraíba, tem suas belezas naturais através do cenário rochoso espalhado em toda sua área geográfica.

A Pedra da Tartaruga fica na beira da estrada que da acesso a cidade de Cabaceiras. As formações rochosas tem das mais variadas geoformas.

Cabaceiras é um município no estado da Paraíba localizado na Região Geográfica Imediata de Campina Grande acerca de 300 metros acima do nível do mar, na área mais baixa do Planalto da Borborema, na região dos “Cariris Velhos”. Sua sede fica a 180 km de João Pessoa.

Foi fundador de Cabaceiras o Capitão-mor Domingos de Faria Castro, português nascido em Cheleiros, casado com a caririense Isabel Rodrigues de Oliveira, filha de Isabel Rodrigues e sua irmã Cristina Rodrigues de Oliveira, casada com o Capitão Antônio Ferreira Guimarães, levou por dote uma parte do sítio Cabaceiras, no valor também de 250$000 (duzentos e cinquenta mil réis).

Diz a história que posteriormente, o primeiro dos genros acima comprou do sogro Pascácio de Oliveira Ledo, por escritura, o restante do mesmo sítio Cabaceiras, por 500$000 (quinhentos mil réis) e a transformou na Fazenda Cabaceiras, com muito gado, casa de farinha e alambique. Em 1735, por devoção de sua mulher, o Capitão-mor Domingos de Faria Castro construiu a Capela de Na. Sra. da Conceição. (MEDEIROS, 1989). Em torno dela começou o povoado, que seria transformado, em 1834, em Vila Federal de Cabaceiras. No ano seguinte, em 1835, foi criada a paróquia de N. S. da Conceição, de Cabaceiras.

Para onde você olhar vai encontrar uma rocha parecida com alguma coisa… Essa outra também tem a característica de uma tartaruga.

Nesse dia que passamos o tempo ficou nublado, caíram algumas gotículas de água e ficou apenas nisso…  Com média de apenas 350 mm durante o ano todo, as precipitações ocorrem apenas durante dois meses, dando vazão a estiagens que duram até dez ou onze meses nos períodos mais secos, conferindo a Cabaceiras o título de município onde menos chove no país.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

As chuvas são, portanto, irregulares e esparsas e temperaturas médias na ordem dos 30 graus.

Aí esta a Pedra da Tartaruga bem mais de perto. Veja o tamanho da rocha que sustenta a inclinação da maior. Obra do Criador do Universo. Não tem outra explicação.

As rochas sedimentares estão por todos os lados em todo o trecho da estrada que liga Cabaceiras a BR-412 que da acesso a cidade de Boa Vista.

Cabaceiras está localizado na unidade geoambiental do Planalto da Borborema, e nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Paraíba, região do Alto Paraíba.

A cidade de Cabaceiras se autodenomina a “Roliúde Nordestina”, em uma referência aos mais de 25 filmes que foram rodados na região. O longa-metragem O auto da compadecida, por exemplo, foi gravado na centro e em arredores da cidade.“Cinema, Aspirinas e Urubus”, de Marcelo Gomes, e “Romance”, de Guel Arraes (mesmo diretor de Auto da Compadecida) são outros filmes que têm Cabaceiras como cenário. A cidade abriga um Memorial Cinematográfico.

A palminha selvagem que é fácil de ser encontrada nos sertões do Nordeste, transforma-se em alimento para o gado e numa iguaria deliciosa no sertão do Seridó, que é tem como alcunha de GOGÓIA ou doce de GOGÓIA, inclusive, é fácil de encontrar nos restaurantes da cidade de Caicó e está dentro do roteiro turístico gastronômico do município.

Para mim, o limite é o céu. Conhecer novos lugares, novas culturas, dentro do Nordeste, é uma verdadeira aula de campo. É uma experiência que trouxe consigo que jamais se perderá, até porque conhecimento nunca é demais.

 

Para fazer esse novo intercâmbio profissional contei com o apoio dos amigos, Alexandre Piúta, Marcos Guerra, Edézio Ferreira, Manuela da Fórmula Certa, Pedrinho da Churrascaria do Pereira, Aluizo Bernardo, Givaldo do Sindicato, Jefson Fittipaldi (diretor do Sindicato dos Radialistas/PE) e ao amigo e vice-prefeito de Terezinha, Rogério Bezerra.

Mais sobre:

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

SEDUÇÃO CAMISARIA

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

MALHARIA COLATINO

BIO FITNESS ACADEMIA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

Últimas