A HISTÓRIA, A CULTURA E O TURISMO AFLORADO EM CAICÓ/RN – TERRA DOS GRANDES TROVADORES

Por Cláudio André, publicado em 28 de outubro de 2019

Publicidade

Caicó é um município brasileiro pertencente ao estado do Rio Grande do Norte. Principal cidade da região do Seridó, localiza-se na zona central do estado, distante 282 km da capital estadual, Natal.

Foi ideia de Dom José Adelino construir o Arco do Triunfo, colocando no cimo uma réplica da venerável imagem da Virgem de Fátima. A construção se arrastou ao longo de quase cinco anos, sendo inaugurada com grande pompa aos 15 de agosto de 1958 (nesse ano era pároco de Sant’Ana o Côn. José Galvão), conforme consta a placa aposta no monumento para perpetuar a memória.

A construção do Arco do Triunfo foi uma resposta da Diocese a esse evento e contou com a adesão da população, que contribuiu para a realização da obra e se alegrou com a sua solene inauguração, debaixo do esplendor dos fogos de artifício e dos dobrados da banda de música, realçada com as bênçãos litúrgicas proferidas ainda em latim.

Após ser firmado o tratado de paz entre os luso-brasileiros e os Tarairius, indígenas que habitavam a região do Seridó – mesmo que as Guerras dos Bárbaros continuassem até a segunda década do século XVIII em vários locais – a diminuição do conflito no Queiquó (atual Caicó) tornou possível a construção da capela de Sant´Ana, fazendo com que a população cristã pudesse finalmente celebrar seu Deus e seus santos e santas.

A antiga capela erguida em 20 de setembro de 1695 pelo comandante e subordinados da Casa-Forte por intermédio do frei Antônio João do Amor Divino, paroquiano das tropas das Guarnições da Capela de Olinda-PE fez nascer ao seu redor em 1700 o Arraial do Queiquó. Possivelmente em suas proximidades o Coronel de Cavalaria Manuel Souza Forte, fazendeiro da região, presidiu a instalação do Arraial de Caicó, que no dia 07 de julho de 1735 foi elevado à condição de Povoação.

Caicó conta com um monumento desse tipo, com história um tanto quanto recente, mas que já é um dos símbolos da cidade: o Arco do Triunfo. Apesar de ser um simples monumento, ele porta uma história especial: foi erigido para comemorar a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima ocorrida aos 22 de novembro de 1953, quando D. José Adelino Dantas era bispo diocesano e quando era pároco de Sant’Ana o Mons. Walfredo Gurgel.

A Praça da Liberdade ou Praça Senador Dinarte Mariz localiza-se na parte antiga de Caicó, entre a igreja do Rosário e a matriz de Sant’Ana. Essa praça já passou por diversas mudanças, inclusive de nome.

Essa praça já passou por diversas mudanças, inclusive de nome. Estivemos visitando a biblioteca municipal e observamos como esse lugar é bem tratado. Além do grande acervo de livros históricos, há todo um cuidado por parte dos funcionários para com quem chega para visitar.

Não se sabe quais os motivos nem o ano do início da construção do templo. Interessante é que sua remodelação em 1864 – data que consta em seu frontispício (fachada principal) – teve a participação de Luiz Chermond, negro homeopata e zelador da Igreja do Rosário. O paralelo entre o afro-brasileiro e a devoção a Nossa Senhora do Rosário não é fortuita.

A 27 de dezembro de 1771, foi criada em Caicó a “Irmandade dos Negros do Rosário”, que até os dias de hoje comemora seus rituais – principalmente entre os dias 30 e 31 de outubro – com coreografia própria que utiliza lanças – ou espontões – simulando uma dança tribal, com tambores ritmados por batidas características e pífaros. Guarnecidos pelo “bandeira” – homem vigilante pelo andamento das evoluções – os integrantes do grupo apresentam-se itinerariamente por toda a cidade.

Os estatutos da Irmandade foram criados em 1773.

Com a instalação da freguesia da Gloriosa Senhora Sant’Ana do Seridó, em 26 de julho de 1748, os fregueses deliberaram sobre a escolha de um novo local para ser erigida a Matriz, conforme registrou na época o Padre Francisco Alves Maia, primeiro vigário da recém criada freguesia.

A primeira Corte, com 34 pessoas, era composta pelo “Rei Congo” Sebastião (provavelmente escravo, visto não ter sobrenome); “Rainha do Congo” Maria José das Neves; “Juiz” Afonso Ribeiro e “Escrivã” Maria Tereza.

No seu largo encontra-se a Praça do Rosário ou Praça Eduardo Gurgel (prefeito de Caicó em 1929, destituído com a Revolução de 30, cujo busto encontra-se na praça).

Interessante é que sua remodelação em 1864 – data que consta em seu frontispício (fachada principal) – teve a participação de Luiz Chermond, negro homeopata e zelador da Igreja do Rosário. Somente quem está de frente ou dentro dela, entenderá seus significados históricos.

O Museu do Seridó tem sua sede no prédio do antigo Senado da Câmara e Cadeia Pública da Vila do Príncipe, construção finalizada em 1812. O prédio apresenta planta retangular. Compõe-se de dois pavimentos: o superior destinava-se às reuniões da municipalidade; o inferior servia de cárcere. Uma típica construção para fins da administração das vilas coloniais. Todo acervo do museu, de significativo valor para a história regional, foi obtido através de doações feitas pelas famílias seridoenses. No dia que fomos visitar estava fechado com cara de abandonado.

O professor Marcelo Taveira, deu um show de simpatia e de palestra. Sempre muito bem atualizado, é um grande incentivador da cultura nordestina. Como grande educador, foi muito empolgante toda a sua fala, pois sabe mais do que ninguém que o turismo é um setor próspero desde que esteja nas mãos de empreendedores certos. Valeu professor, pela palestra. Parabéns.

Mais sobre:

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA