CONHEÇA A SERRA DO MORRO GRANDE EM BOM CONSELHO/PE

Por Cláudio André, publicado em 8 de agosto de 2019

Conhecer a região serrana de Bom Conselho é entender toda sua geografia, cultura e história. A reportagem do Blog do Poeta esteve na serra do Morro Grande, que mesmo tendo um solo arenoso, tem seu potencial para produção de milho e feijão.

Numa altitude que varia de 680 a 710 metros de altitude, observamos que a vegetação na serra do Morro Grande é puramente de caatinga, porém, o solo tem uma mistura de arenoso com argiloso.

A formação rochosa encontrada na serra do Morro Grande é de rochas sedimentares, encobertas por uma vegetação rasteira de caatinga. Entre as serras há um grande vale que pelas pesquisas geológicas, há sinais que há milhões de ano foi fundo do mar.

Uma camada rochosa sedimentar, rodeada de vegetação de caatinga, está dentro da fazenda Morro Grande de propriedade da família Ferro.

São pelo menos 300 hectares de terras produtivas. A fauna e a flora estão preservados e protegidos, a grande prova é que na entrada da fazenda tem um placa sinalizando que é proibido “caçar”.

São muitos os pés de gravatas em cima da serra do Morro Grande. A planta tem muitos espinhos, devendo ter cuidado no plantio, sempre plantar longe do local onde as crianças e pessoas estão sempre presentes. É resistente a secas e a geadas de até -3 graus. Aprecia qualquer tipo de solo que sejam ácidos, bem drenados e profundos, aceitando ambiente sombreado e com boa quantidade de matéria organica.

Há uma grande variedade em cactos, temperatura agradável e uma altitude acima dos 600 metros de altitude. Em torno da serra do Morro Grande há vários tipos de rochas, entre elas, geoformas interessantes.

Cerca de 41% do território nacional tem, no máximo, 200m de altitude; 78% tem até 500m; e 92,7% até 900m de altitude”. O município de Bom Conselho está no contexto dos 78% dentro da área do planalto da Borborema, que começa na Paraíba e termina em Alagoas.

Percebam que mesmo com pouco mais de 300 milímetros de chuvas que caíram esse ano no município de Bom Conselho, não foi o suficiente para encher os barreiros. Na verdade, a chuva está servindo apenas para molhar o solo.

Como Bom Conselho tem uma altitude estimada entre 600 e 700 metros, quando parte para a parte norte do município, percebemos ainda mais a escassez de chuva.

Por esse ângulo temos uma vista privilegiada da cordilheira existente na divisa dos municípios de Bom Conselho com Iati e Minador do Negrão que pertence ao estado de Alagoas.

De cima da serra do Morro Grande, fiz essa imagem da serra do Jacu que fica na linha reta próximo ao distrito de Logradouro dos Leões, na linha divisória com o estado de Alagoas.

Já existe contrato assinado por 30 anos para que sejam instaladas torres de energia eólica dentro da propriedade da fazenda Morro Grande que tem o comando de Fernando Ferro e Família.

Em toda a camada rochosa da serra do Morro Grande, você encontra Líquens, que é a divisão do reino vegetal onde reúne micro-organismos formados pela associação simbiótica entre um fungo. Esses micro-organismos vivem geralmente sobre o solo, rochas e cascas de árvores e arbustos, em uma grande variedade de clima.

Também em cima da serra do Morro Grande há uma grande variedade de plantas arbustivas, cactos e pés de gravata, que se da muito bem em cima de serras e camadas rochosas. Gravatá vem do tupi-guarani e significa “erva da folha fibrosa e a seqüência de vários. Os frutos do gravatá são comestíveis. Também chamado de Gravatá banana, ou Gravatá de cacho.

Nesse local da serra do Morro Grande pelo meu GPS marcou 707 metros de altitude. Interessante, que em cima dessa serra há umas nascentes, por isso há muitos cactos e uma vegetação de altitude.

O município de Bom Conselho tem também o seu Serrote do Vento. Para chegar lá, você percorre uma distância de 09 km, pouco mais para a frente tem a serra de São Pedro, por onde passa a estrada vicinal que da acesso ao município de Iati, distante 25 km da cidade.  Vejam que a vegetação de caatinga está por todos os lados.

AGUARDEM A PRÓXIMA REPORTAGEM!

APOIO CULTURAL

Mais sobre:

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

SEDUÇÃO CAMISARIA

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

MALHARIA COLATINO

BIO FITNESS ACADEMIA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

Últimas