SERRA DOS MARES – SEUS COSTUMES E SUA GENTE

De Cláudio André, publicado em 16 de julho de 2019

Planalto da Borborema, também conhecido como Chapada Pernambucana – devido a estar situada em parte da antiga Capitania de Pernambuco – Serra da Borborema, ou ainda, Planalto Nordestino, é uma região serrana no interior da região Nordeste do Brasil e Bom Conselho está inclusa nessa chapada.

Caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro, o que significa que grande parte do seu patrimônio biológico não pode ser encontrado em algum outro lugar do planeta. Este nome decorre da paisagem esbranquiçada apresentada pela vegetação durante o período seco: a maioria das plantas perde as folhas e os troncos tornam-se esbranquiçados e secos.

Nas minha visita a serra dos Mares, encontrei o senhor Gilvan Cardoso, agricultor e conhecedor da realidade que vivem os moradores dessa parte longínqua do município de Bom Conselho.

Conversei bastante com o senhor Gilvan Cardoso, morador da Várzea Grande e que tem uma propriedade na serra dos Mares. O pouco tempo que ficamos conversando, tive uma grande aula de sabedoria popular.

São em lugares assim que conseguimos sossego, paz, tranquilidade e aprendemos muito com as riquezas naturais do lugar. A serra dos Mares é sim, um território que merece mais atenção do poder público. Conversando com uma moradora, ela relatou o seguinte: Que no sítio ninguém tem carro. Que alguns poucos tem motocicleta. Quando uma mulher se “aperreia” “pra dar a luz a uma criança”, vai ter de alguém da família sair de cavalo e cavalgar por léguas pra pedir um socorro… Encontrando, leva-se de carro de boi até um local onde algum tipo de transporte possa chegar e fazer os primeiros procedimentos até chegar ao hospital da cidade.

Por esse vale, está a nascente dos Sonhos e outra nascentes comuns. O solo é um mistura de areia com barro, bom para plantio de batatas. No final do ano, mais precisamente em dezembro, a safra de coco oricuri é abundante.

A região Nordeste tem uma vegetação tão rica quanto a sua cultura. Dependendo do clima e local, podem ser encontrados biomas diferentes, variando entre mangue,Mata Atlântica, vegetação de dunas, cerrado, caatinga, restinga, Floresta Amazônica e Mata dos Cocais.

Em razão da diversidade climática da Terra, com destaque para a variação da temperatura e umidade, existem coberturas vegetais distintas. Os principais tipos de vegetação são: deserto, estepe, floresta de coníferas, floresta temperada, floresta tropical, savana, tundra, vegetação de montanha e vegetação mediterrânea.

A  cobertura vegetal do estado é composta por vegetação litorânea, floresta tropicalcaatinga e cerrado. A vegetação litorânea predomina nas terras baixas e planícies do litoral, constituída por variados tipos de vegetação. Por ocorrer em áreas alagadiças e salobras, apresenta manguezaisgramíneas e plantas rasteiras.

Conhecida como a palmeira sertaneja, o licuri (nome científico: Syagrus coronata) também é chamado por alicuri, aricuí, adicuri, cabeçudo, coqueiro-aracuri, coqueiro-dicuri, iricuri, oricuri, ouricurizeiro, uricuri e uricuriba.

 

Agricultura de sequeiro é uma técnica agrícola para cultivar terrenos onde a pluviosidade é diminuta. A expressão sequeiro deriva da palavra “seco” e refere-se a uma plantação em solo firme. Mas isso não impede que o plantio seja irrigado em época de seca, especialmente durante os últimos meses do ano.

O plantio de sequeiro é intensivo e frágil e desenvolve-se nos planaltos da África, com pouca rotação de culturas e aproveitamento do estrume. Essa forma de agricultura é comum no sertão nordestino.

Vejam que a camada rochosa está encoberta com uma vegetação densa. Próximo a essa cancela está a nascente dos Sonhos que tem uma lenda contada pelos moradores da região da serra dos Mares.

Ainda em pleno século XXI existem casas feitas de barro. Imagine você morar num lugar assim, distante do resto do mundo. Já esse morador deu um jeito pra não ficar incomunicável, ainda conseguiu comprar uma tv com uma parabólica.

AGUARDEM A PRÓXIMA REPORTAGEM!

APOIO CULTURAL

Mais sobre:

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

SEDUÇÃO CAMISARIA

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

MALHARIA COLATINO

BIO FITNESS ACADEMIA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

Últimas