A HISTÓRIA GEOLÓGICA DO LAJEDO BONITO DA PARAÍBA

Por Cláudio André, publicado em 26 de junho de 2019

Uma das rochas do lajedo Bonito em Tavares, sertão da Paraíba, foi marcada pelo símbolo de uma empresa de ônibus muito conhecida pelos sertanejos que migram para a região sudeste do país. Essa rocha granítica oval, serve de ponto de descanso para os trilheiros.

São mais de 05 hectares ocupados por um lajeiro imenso cheio de caldeirões. Em sua maioria, ainda resta água. As profundezas e diâmetros são os mais variado.

A história do município de Tavares é tanto o quanto cheia de aventuras. Conta-se que a escolha de São Miguel Arcanjo como padroeiro da cidade teria sua razão numa homenagem póstuma, prestada ao filho do doador da imagem e do patrimônio da paróquia, que se chamava Miguel e que teria sido devorado por uma onça nas proximidades da lagoa dos Paulinos. Quanto ao nome Tavares, o mesmo seria uma homenagem ao sacerdote Francisco Tavares, pelos seus relevantes feitos.

Um compartimento geomorfológico considerado patrimônio denominado de Caldeirões devido à concavidade de suas rochas que acumulam água e que apresentam um grande significado devido ao seu contexto histórico para a  região, podendo assim devido a sua beleza natural e valor cultural promover até a visitação turística.

Os caldeirões no contexto ambiental do município em termos metodológicos segue-se as leituras e orientação sistêmica para a compreensão da complexidade da paisagem em estudo, e poder entendê-la em seus variados aspectos de maneira integrada. O lajedo Bonito é o lugar ideal para estudos geológicos.

O município está localizado na bacia hidrográfica do rio Piancó, sendo cortado por vários ribeirões, dentre eles: Tavares, Canoas, Arara, Mocambo, Catingueira etc. Em toda essa região o índice de chuvas é muito baixo a cada ano.

A comunidade do sítio Lajedo Bonito muitas vezes usa a água dos caldeirões para o banho e lavagem de roupa. Como chove pouco em todo o município, há ocasiões que a água nas cavidades rochosas são filtradas para o consumo humano.

Pode ser chamado de Caldeirões – uma formação no rio causada por um redemoinho erodindo um buraco, causado principalmente pelo movimento circular de pequenos sedimentos no rio. Acredita-se que há milhões de anos a bacia hidrográfica do rio Piancó era o leito de um grande rio, que após secar, ficaram os caldeirões em rochas graníticas que estavam no fundo desse “imaginário” rio.

Estudando essa imagem, entendo que representa o resultado da erosão que ocorre em rochas nos leitos dos rios, que decorre do processo natural de assoreamento no fundo do rio, proporcionado pela chegada de material sedimentar.

Sentado a beira de um dos caldeirões do lajedo Bonito, ouvi relatos de moradores da comunidade. Eles informaram que é forte a presença da religião, sobretudo do Catolicismo popular, o que também é uma característica das sociedades camponesas. Porém nos últimos anos, vêm se intensificando a presenças das Igrejas evangélicas, embora a população seja predominantemente católica, já existem, em todo o município, quatro instituições religiosas evangélicas que são as Igrejas: Igreja Congregacional, e Assembleia de DeusIgreja Ação Evangélica e Igreja Batista.

O entardecer foi encostando e a brisa do anoitecer foi se aproximando. No município há organizações comunitárias, ressalta-se a existência de várias associações comunitárias rurais, ao todo são vinte e duas associações desta natureza, localizadas nos sítios e povoados, algumas destas criadas por políticos locais e outras como resultado de um trabalho de base organizado pela igreja Católica; existem ainda, dois sindicatos, sendo um de trabalhadores rurais e outro de profissionais da educação.

A erosão que ocorre em rochas nos leitos dos rios decorre do processo natural com algumas características com por exemplo, fraturamento geológico, derivado da força dos agentes internos, solapamento de camadas de argilas, transportadas pela correnteza, movimento circular de seixos e areias, arrastados por águas turbilhonares, decomposição das camadas sedimentares, resultante da alteração química e assoreamento no fundo do rio, proporcionado pela chegada de material sedimentar.

litosfera (do grego “lithos” = pedra) é a camada sólida mais externa de um planeta rochoso e é constituída por rochas e solo. No caso da Terra, é formada pela crosta terrestre e por parte do manto superior.

Estudando geologia, aprendi que em razão do caráter dinâmico da superfície, através de processos como o tectonismo, o intemperismo, a erosão e muitos outros, existe uma infinidade de tipos de rochas. Veja na foto acima que a rocha granítica é resultado de uma erosão que pode ter ocorrido no fundo de um rio há milhões de anos.

O caldeirão acima secou devido ao processo de evaporação. Em algumas camadas, ficou apenas a salinização, por isso aparece a camada esbranquiçada.

Em Tavares/PB, a vegetação originária do município era dominada pelas Caatingas que são formações vegetais de porte variáveis, caducifólias de caráter xerófilo com grande quantidade de plantas espinhosas e que possuem formas comuns de resistência à carência de água. O tipo de rocha encontrado nesse torrão paraibano mostra claramente a importância de um estudo mais detalhado. Equipe de pesquisadores já descobriram a existência de um grande rio há milhões de anos que cortava parte do estado da Paraíba e do sertão do Pajeú pernambucano.

NA PRÓXIMA POSTAGEM TEM MAIS!

APOIO CULTURAL

Mais sobre:

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

Estatísticas do Google Analytics

gerado por GADWP 

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

SEDUÇÃO CAMISARIA

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

MALHARIA COLATINO

BIO FITNESS ACADEMIA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

Últimas