RELIGIOSIDADE: CAPELA DE SÃO FRANCISCO EM CACIMBINHAS É RELÍQUIA DO SÉCULO XIX

Por Cláudio André, publicado em 10 de junho de 2019

Publicidade

O catolicismo está na alma do sertanejo, por onde já andamos, nos mais distante rincões, fomos nos inteirando da fé que existe no povo sertanejo. É comum sempre encontrarmos cruzeiros, cruzes, igrejinhas, capelas, tudo fruto do religiosismo que é impregnado na vida do homem do campo.

O sincretismo religioso aconteceu diversas vezes ao longo da história. Enquanto caminhava pelos 2,5 km de trilha até o cume da serra do Cruzeiro, fui verificando toda uma beleza natural em volta da capela de São Francisco. A escadaria feita pelo poder municipal local deu ênfase para que os jovens, de maneira especial, possam ter momentos contemplativos distante da vida urbana. 

O projeto Poeta  Viagens e Aventura tem como objetivo descobrir, registrar e compartilhar com seus leitores todo o conhecimento adquirido durante toda a formação da pesquisa. O poder público de Cacimbinhas fez sua parte, falta a população preserva-la. 

Vejam que a vegetação rasteira que está no entorno da serra do Cruzeiro, é formada por coqueiros, algarobeiras, juazeiros e muito cipó de embira. A vegetação rasteira é uma vegetação pouco desenvolvida, que devido à falta de luminosidade e água não crescem a uma altura significativa. Geralmente é composta por gramíneas e pequenos arbustos.

No baixo sertão de Alagoas, onde fica o município de Cacimbinhas, é comum nesse mês de junho, período de inverno, o clima ter suas mudanças repentinas. Isso ocorreu quando estava subindo os 473 metros da serra do Cruzeiro, estava sol, e por alguns minutos o tempo virou. Veja na imagem o seguinte: Devido a altitude de quase 500 metros, a parte úmida da nuvem carregada sobrevoou a serra e terminou a encobrindo com uma névoa (vapor atmosférico menos denso que a cerração; neblina, nevoeira).

Você pode até imaginar que eu estava subindo a serra de madrugada, mas não foi. Era por volta das 13 horas quando o tempo mudou drasticamente. O sol se escondeu nas nuvens carregadas, choveu um pouco, a temperatura caiu instantaneamente e ficou realmente com cara de inverno. 

Enquanto eu fazia fotos e vídeos na escadaria que da acesso a capela de São Francisco, comecei a sentir o clima invernoso, mesmo sabendo que era apenas uma nuvem passageira. Eu contei 100 degraus, cada um com mais ou menos 1,5 metro de comprimento e 30 centímetros de largura. Há dois corrimão, um em cada lateral, que oferece as pessoas mais velhas mais equilíbrio para subir e descer. Quem teve a brilhante ideia, pensou na comodidade para os visitantes e estarem fora de perigo, já que onde se finaliza a escadaria tem um abismo de pouco mais de 400 metros de altura.

Segundo dados, existem pelo menos nove igrejas, sendo uma católica, as demais evangélicas, confiram: Igreja Católica, Congregação Cristã no Brasil, Assembleia de Deus, Igreja Batista, Igreja Evangélica do Fundamento Bíblico, Igreja Mundial do Poder  de Deus e Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, além da Igreja Adventista do Sétimo Dia, localizada no povoado Minador do Lúcio, na divisa com o município de Minador do Negrão. 

Cacimbinhas está na microrregião de Palmeira dos Índios, distante pouco mais de 40 km. A localização do município fica praticamente no meio do estado de Alagoas. Por essa imagem que fiz de cima da serra do Cruzeiro, da para perceber que a cidade cresceu significativamente. Segundo último censo demográfico, tem aproximados 11 mil habitantes.

Modéstia a parte, mas gostei dessa imagem que conseguir fazer quando estava em frente a capela de São Francisco, distante 2,5 km do centro da cidade. Podemos ver a rotatória (ou entrocamento), de acesso a cidade de Major Isidoro pela AL-120 e a BR-316 (sentido Palmeira-Santana).

Na foto acima você pode visualizar de uma só vez, a trilha que da acesso a serra do Cruzeiro, a AL-120, a BR-316 e toda a cidade de Cacimbinhas e la no horizonte, a cidade de Major Isidoro – Terra do Leite. 

Os pagadores de promessa, trilheiros, visitantes, turistas que vão conhecer a capela de São Francisco, tem essa vista panorâmica ao alcance dos seus olhos. Durante a Semana Santa, todos os anos fiéis devotos de São Francisco, levantam cedinho para acompanhar a Via Sacra, organizada pela Igreja Católica. O pároco local, hoje, é o meu conterrâneo de Olho d’Água das Flores, o flamenguista, Padre Damião.

Cacimbinhas tem dois pontos de interesse turístico: a Serra do Cruzeiro, onde existe a capela de São Francisco, datada de 1830, e o castelo medieval da Fazenda Alfredo Maya (que não pude fazer registros por que não tive autorização). Quando fiz a primeira pesquisa, descobri no site da prefeitura da cidade A igreja foi construída durante o início da década de 1950 como forma de pagamento de uma promessa feita por dona Leopoldina Melo Duarte, logo após seu filho partir para a segunda guerra-mundial.

Resta saber o seguinte: A capela foi construída em 1830 ou em 1950? Quem foi Leopoldina Melo Duarte? Qual o nome do filho dela que foi a II Guerra Mundial (que perdurou de 1939-1945)? Ele escapou? Voltou a cidade natal? Pelo o que consta, a promessa da dona Leopoldina foi concretizada só em 1950.

Observem que o idealizador da capela de São Francisco pensou em chamar a atenção dos seus conterrâneos com uma obra que da oportunidade de ter a cidade aos pés. Imagina-se que na época da construção do tempo, havia muita mata virgem, com o passar dos anos, o desmatamento foi dando espaço ao sol, mas mesmo assim, o terreno arenoso que fica em volta da serra, ainda tem um resquício de vegetação de caatinga.

Acredito que só a partir da construção da escadaria, deu mais vida a capela de São Francisco, que até então passava despercebida aos olhos de quem passava pela região, já que Cacimbinhas fica na linha limítrofe dos municípios de Minador do Negrão, Iati/PE, Major Isidoro, Estrela de Alagoas e Dois Riachos, ambos em Alagoas. 

História e cultura

Levei sorte que nesse dia que fui fazer a trilha da serra do Cruzeiro, choveu. Consegui fazer umas imagens diferenciadas, como essa. A mistura de chuva e neblina deu essa imagem sensacional. É aquela coisa, devemos estar no lugar certo e na hora certa.

Não existe sertão sem mandacaru. O mandacaru é uma espécie cacto da Caatinga. O mandacaru (nome científico Cereus jamacaru) é uma cactácea nativa do Brasil, adaptada às condições climáticas do Semiárido. Conhecida também como cardeiro, a planta alcança até seis metros de altura e possui um formato que pode lembrar um candelabro.

A flora que existe no sertão de Alagoas tem sua riqueza natural mesmo havendo inconsistência no solo. A maior parte dos sertões brasileiros encontra-se variados tipos de solo, características, solos, argiloso, arenoso, humoso e calcário, Pedologia. Na superfície terrestre podemos encontrar diversos tipos de solo. Cada tipo possui características próprias, tais como densidade, formato, cor, consistência e formação química.

 

Nessa imagem panorâmica, pode se ver que muito pouco choveu nessa região. Há partes com vegetação verde, onde a camada do solo está mais úmida, especialmente nas baixadas, onde há riachos e rios e outras partes que a chuva que cai não consegue muito adentrar no solo devido a sua camada arenosa. Quando isso ocorre, naturalmente, somente sobrevivem as plantas e árvores que fazem o bioma da caatinga.

Vejam que a base da escadaria da capela de São Francisco está em cima de uma rocha sedimentar com vista para um vale. Nesse local a altura exata é 443 metros de altitude. Em todo o entorno da serra o solo é rochoso.

O alferes ou porta-bandeira, sergipano, João da Rocha Pires comprou vinte léguas de terras ( 1 légua é igual a 4 km e 828 metros) e construiu uma casa e uma capela, que é a mais antiga da região, diz a história. Pergunta-se, qual foi a capela que João da Rocha construiu? A capela de São Francisco que segundo pesquisas, foi uma promessa de dona Leopoldina? Vejam que nessas rochas sedimentares que estou em cima, são cobertas de linques (micro-organismos impregnados na rocha para purificar o ar). Foi muito boa a experiência.

Para quem não quer ter o prazer de ter um contato direto com a natureza, pode ir de carro 4 x 4 até a capela de São Francisco, pois a estrada de terra da condições. Mas, o melhor mesmo é fazer a caminhada de 05 km (ida e volta).

Na imagem acima está a AL-120 que da acesso a cidade de Major Isidoro e há pouco mais de 30 km, você chega na AL-220 que faz ligação para Batalha e demais cidade do sertão alagoano. Pela AL-220, você chega em Arapiraca e vai parar na capital alagoana, distante quase 200 km.

Assim, transcrevemos um pouco da visita que fizemos a pacata cidade de Cacimbinhas, que na década de 90 foi a cidade que mais vendi meus livros de poesias nas escolas públicas do município. Numa outra visita, estaremos conhecendo e detalhando a história do castelo medieval (que serve de dormitório), para a família detentora da propriedade e da construção história que fica na fazenda do agropecuarista Alfredo Maya.

Mais sobre:

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas,formado em radiojornalismo, é poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE) e escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o Projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM, criador do Projeto Música na Escola e ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura.

REDE BRASILEIRA DE BLOGUEIROS DE VIAGEM

CONHEÇA AS SERRAS DE BOM CONSELHO

MOURA CONTABILIDADE

LISTA TELEFÔNICA DO POETA

ANUNCIE AGORA MESMO

VEM AÍ RÁDIO ATITUDE FM

PUBLICIDADE