AS PLANTAS QUE NA IDADE MÉDIA ERAM USADAS PARA FESTEJAR AS NOIVAS

Por Cláudio André, publicado em 11 de abril de 2019

As plantas comestíveis se adaptam facilmente no lugar que tem brejo de altitude, para isso, basta saber irriga-las.

O coloridos das plantas é bem visível nos vales e serras de Serra Negra na zona rural de Bezerros.

Os vales que tem mistura de vegetação e um lençol freático diferenciado dos demais deixa o ambiente transformador. Desse ponto a altitude chegou aos 800 metros.
As pousadas e hotéis de Serra Negra sempre cultivam jardins com essas características.

Cuidar das plantas, do meio ambiente em si, é tarefa para quem deseja ter uma melhor qualidade de vida.

São poucas pousadas existentes em Serra Negra, mas, todas tem esse cuidado com o meio ambiente para proporcionar aos clientes e visitantes muita comodidade.

Não vou aqui enumerar os tipos de plantas, mas uma coisa é certa, é fácil encontrar bromélias, cactos, árvores frutíferas.

Uma dezenas de tipos de rosas e plantas que deixam os jardins ainda mais bonitos.

Lírio do vale, de nome científico, também conhecido como lírio do brejo, convalária, lírio convale, muguet e lírio de maio, é uma planta que pertence à família das Ruscaceae, comum de localidades com solo fértil, enriquecido com matéria orgânica. 

Mas a planta aparecer em várias cores, entretanto, não aprecia adubações químicas. O jeito certo de molhar a planta é até que a água saia pelos furos de drenagem do vaso.

Das suas flores, é possível extrair uma essência bastante usada para a indústria da perfumaria, mas pode ser usada ainda na fabricação de medicamentos usados para tratar doenças cardiovasculares, mas para isso é usada toda a extensão da planta. A planta, entretanto, é tóxica e, por isso, não deve ser usada para preparo de chá e consumo sem orientação médica.

Na rápida passagem pela zona rural de Bezerros, tivemos a satisfação de conhecer o empresário Nivaldo, que ao lado da sua esposa Carmem, comandam uma pousada muito conceituada em serra Negra. 

Como falamos em outra reportagem, em Serra Negra que fica acima dos 800 metros de altitude acima do nível do mar, encontra-se muitas árvores frutíferas, como por exemplo, muitos pés de jaqueira.
Os lírios na Idade Média eram colhidos para festejar as noivas e, na França do Renascimento, Charles IX recebeu um galho no dia 1° de maio, instituindo, a partir de então, o costume de oferecer muguets – lírio do vale – às damas da corte nesta data.

O costume se espalhou ainda entre as costureiras do país que ofereciam como um símbolo de boa sorte às crianças na mesma data, hábito que foi incorporado também pelos trabalhadores, que transformaram essa flor em um belo símbolo da festa do trabalho.

Na próxima postagem tem mais…

PATROCÍNIO

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas, formado em radiojornalismo, poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE), escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM e Rádio Web News Olho d'Água, criador do Projeto Música na Escola, ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura. Membro efetivo da FACUPIRA (Fundação Cultural de Palmeira dos Índios/AL), Ex-membro do Conselho Municipal de Saúde de Bom Conselho/PE. Colunista dos sites Tribuna do Sertão (P.dos Índios) e Tribuna do Agreste (Arapiraca) e 7 Segundos (Maceió). Ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Bom Conselho/PE.