O ENTARDECER NO SERTÃO DO PAJEÚ PERNAMBUCANO… O QUE DIZER DELE?

Por Cláudio André, publicado em 6 de novembro de 2018

O que dizer quando o dia vai embora e deixa o tempo assim? Esse entardecer eu registrei no sertão da Paraíba no último final de semana.

Depois de fazer um registro fotográfico na pedra e caverna do Morcego, na divisa dos estados da PB/PE, foi hora de descansar um pouco da grande aventureira.
Com uma turma alegre e disposta, fizemos a trilha por dentro da caatinga na comunidade de Novo Pernambuco. A caminhada de 40 minutos serviu para deixar os  trilheiros ainda mais empolgados.
Não importa o caminho, quem faz a rota certa ou não somo nós. A vegetação de caatinga e a alta temperatura serviram de “combustível” para continuar a caminhada em terras paraibanas. Mesmo com obstáculos, a trilha foi muito especial.
Quando fiz essa imagem, tive a certeza que sairia muito bonita. Mas, quando a vi no meu notebook, confesso que fiquei admirado com tanta beleza, pura manifestação da natureza feita pelas mãos do Criador do Universo.
A pedra do Cachorro é outra geoforma que fica na comunidade de Novo Pernambuco. A cada passo durante a trilha que fizemos, mais manifestação do meio ambiente iria surgindo em nossa frente.
Serra da Colônia, povoado de Silvestre, Tavares, Paraíba
Serra (do termo latino serra) é o conjunto de montanhas e terrenos acidentados com fortes desníveis e muitos picos, que se assemelha, portanto, a uma serra (ferramenta). O termo é, frequentemente, aplicados a escarpas assimétricas que possuem uma vertente mais inclinada e outra menos inclinada.

O dia indo embora, e a sensação de dever cumprido se mistura com a energia do por do sol, se transforma numa sensação de muita liberdade.

Por do sol (também chamado de sol-por, anoitecer, entardecer ou ocaso) é o momento em que o Sol se oculta no horizonte na direção oeste, sendo o início da noite. Pode ser considerado como um processo inverso do nascer do Sol, que é quando o sol aparece no horizonte na direção leste, iniciando o dia.

No povoado de Novo Pernambuco-Silvestre, onde divide os municípios de Carnaíba/PE e Tavares/PB, tem essa igreja de Nossa Senhora do Carmo, padroeira das comunidades. Fiz essa imagem justamente quando o sol começou a se pôr.

Enquanto trafegava pela estrada vicinal entre Novo Pernambuco e o sitio de Queimadas, zona rural de Quixaba, na divisa com a Paraíba, fui tendo o privilégio de ser abençoado com esse lindo entardecer, uma mistura do fim do dia com o início da noite.
Passando pela zona rural do município de Quixaba/PB, fiz questão de parar o carro e registrar essa capela que serve de ponto religioso para a comunidade.

O povoado de Novo Pernambuco pertence ao município de Carnaíba, sertão do Pajeú. Por lá, mora menos de mil pessoas e está na divisa com Tavares, cidade paraibana.
A noite foi chegando e a comunidade de Queimadas, na zona rural de Quixaba/PB, demonstrou um simples e pacato vilarejo, onde todos os moradores são praticamente da mesma família.

Terra seca, vegetação de caatinga, sol escaldante, tudo junto deixa o lugar com cara de semiárido, onde os moradores da região são desafiados a suportar tais situações. Nesse local, a maioria ou quase sua totalidade vivem do Bolsa Família.
Para mim pouco importa os obstáculos, fazer o que se gosta é uma eterna aprendizagem. A cada trilha que faço, em cada lugar que visito, nos enche de experiências e conhecimentos. Um dia poderei a contar a meus netos toda essa saga.

A mesorregião do sertão paraibano é uma das quatro mesorregiões do estado brasileiro da Paraíba. Ela é composta por 83 municípios agrupados em sete microrregiões.

A microrregião do Pajeú, ao norte do estado de Pernambuco, é composta por dezessete municípios, tem clima semiárido na maioria de seu território, sendo exceção a área de brejo de altitude, que compõe, por exemplo, a cidade de Triunfo, ponto mais alto do estado com mil duzentos e sessenta metros.
Carnaíba é um município brasileiro localizado na microrregião de Pajeú, estado de Pernambuco. Sua população estimada no ano de 2017 era de 19.440 habitantes, sendo o 6º município mais populoso da Microrregião do Pajeú. Nessa foto que fiz está a divisa do município com o estado da Paraíba.
Ao chegar na pedra do Morcego, a gente percebe que no lajeiro que tem várias rochas em cima, há geoformas de pegadas, e ao mesmo tempo da para perceber que por ali há milhares de anos houve algum tipo de atividade vulcânica.

Bom, nesse tour pelo sertão do Pajéu em Pernambuco e por algumas cidades sertanejas da Paraíba, pude tranquilamente mostrar um pouco da geografia e história da região.

Da próxima postagem em diante, o assunto será o Cangaço, onde fotos e vídeos foram produzidos na cidade de Serra Talhada, terra natal de Virgulino Ferreira – Lampião.

Aguardem!

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas, formado em radiojornalismo, poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE), escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM e Rádio Web News Olho d'Água, criador do Projeto Música na Escola, ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura. Membro efetivo da FACUPIRA (Fundação Cultural de Palmeira dos Índios/AL), Ex-membro do Conselho Municipal de Saúde de Bom Conselho/PE. Colunista dos sites Tribuna do Sertão (P.dos Índios) e Tribuna do Agreste (Arapiraca) e 7 Segundos (Maceió). Ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Bom Conselho/PE.