PIRANHAS/AL: UM LUGAR QUE VOCÊ APRENDE SOBRE CANGAÇO E TURISMO

Por Cláudio André, publicado em 5 de outubro de 2018

Para quem deseja ter um dia de tranquilidade e conhecer novos horizontes, recomendamos conhecer a cidade histórica de Piranhas, no sertão de Alagoas. Essa cidade foi tombada como patrimônio cultural nacional que margeia o rio São Francisco.

Rio da integração nacional, o São Francisco, descoberto em 1502, tem esse título por ser o caminho de ligação do Sudeste e do Centro-Oeste com o Nordeste. Desde as suas nascentes, na Serra da Canastra, em Minas Gerais, até sua foz, na divisa de Sergipe e Alagoas, ele percorre 2.700 quilômetros. Nesse trecho do rio é apenas navegável, onde catamarãs, canoas, lanchas, se revezam levando turistas para conhecer a rota do Cangaço.

O marco dos 500 anos de descobrimento do rio São Francisco está na mesma serra onde fica a igreja do Senhor do Bomfim, que é um local de peregrinação. Desse ponto você além de visualizar o rio, logo, se tem a vista panorâmica do Centro Histórico de Piranhas.

Para quem vai a cidade de Piranhas, tem a opção de conhecer o Mirante do Povo e a opção de conhecer a Igreja do Senhor do Bomfim, construída no século XVIII. Os desafios para chegar a esse local são dois, um, superar as altas temperaturas, dois, subir os 250 degraus, porém, a vista do topo é indescritível. 

A caatinga no meio urbano é possível? Sim, basta conhecer a região que margeia a Hidrelétrica de Xingó, que fica próximo a divisa de Alagoas com Sergipe, onde o rio São Francisco faz a divisória de estados.

O mirante do povo foi construído no século XIX. Funcionava como um pequeno farol para orientar as embarcações que navegavam pelo Rio São Francisco. No local há uma pirâmide quadrangular de 8 metros de altura que marca a passagem do século 19 para o século 20. Você pode chegar no mirante que você ver à frente de duas formas: a mais fácil e cômoda será de carro, mas se preferir mais aventura,  de subir à pé os 365 degraus. Toda a escadaria lhe da condições de fazer pausas quando cansar.
Após 54 anos de o trem realizar a última viagem ligando Piranhas (AL) a Jatobá (PE), em 31 de março de 1964, trecho da antiga estrada de ferro, ficaram apenas os trilhos de recordação.  A Maria Fumaça, máquina movida a vapor (lenha e água) modelo alemã fabricada em 1929, ficou apenas nas lembranças históricas.
Foi uma pena a desativação do ramal ferroviário Piranhas-Petrolândia (antiga Jatobá) sob argumento de deficitário. A ideia do ramal foi de D Pedro II com o objetivo de ligar o baixo ao médio S. Francisco. É bom lembrar que o imperador esteve na região ao visitar em 20 de outubro de 1859 à cachoeira de Paulo Afonso. Esse ramal estaria hoje prestando relevante serviço a região e o seu turismo.

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas, formado em radiojornalismo, poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE), escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM e Rádio Web News Olho d'Água, criador do Projeto Música na Escola, ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura. Membro efetivo da FACUPIRA (Fundação Cultural de Palmeira dos Índios/AL), Ex-membro do Conselho Municipal de Saúde de Bom Conselho/PE. Colunista dos sites Tribuna do Sertão (P.dos Índios) e Tribuna do Agreste (Arapiraca) e 7 Segundos (Maceió). Ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Bom Conselho/PE.