O PICO DO PAPAGAIO QUE FUI CONHECER: A SERRA MAIS ALTA DO ESTADO DE PERNAMBUCO 1260 M DE ALTITUDE

Por Cláudio André, publicado em 13 de abril de 2018

No último final de semana, estive visitando a cidade de Triunfo, localizada no sertão do Pajeú. Num tour por alguns pontos turísticos, fui conhecer o Mirante do Pico do Papagaio, cerca de 1.260 metros de altitude à nível do mar. Essa é a serra mais alta do estado de Pernambuco. Eis o monumento do Careta.
Curtir um fim de tarde no Pico do Papagaio, a serra mais alta de Pernambuco, não é para qualquer um. O desafio está você andar por uma trilha de pedra, com curvas sinuosas o tempo todo. Mas, todo o esforço é recompensado com uma vista panorâmica como essa.
Do cume do Pico do Papagaio, por volta das 4 horas da tarde, a temperatura caiu drasticamente, onde no instante chegou aos 15 graus centígrados com a ajuda do vento soprando frio. Afinal, são 1.260 metros de altura.
Entre pedras, pedregulhos e uma vegetação que se mistura com caatinga e mata, deixa a trilha ainda mais aventureira.
O Pico do Papagaio é o ponto culminante do Estado brasileiro de Pernambuco e de toda parte setentrional da Região Nordeste a partir da margem esquerda do rio São Francisco.
Para chegar a esse ponto, o mais elevado do estado de Pernambuco, com 1.260 metros de altura em relação ao nível do mar. Tem que passar por uma simples estrada que da acesso ao cume da serra. Uma trilha que só passa um carro por vez, em certos pontos do trajeto.
O Pico do Papagaio é também, o ponto mais alto de todo a região Nordeste situada do lado esquerdo do Rio São Francisco.
Com os colegas comunicadores, Carlinhos do Alto e Cosmo Queiroz, no Mirante do Pico do Papagaio. A vista panorâmica é sensacional. O entardecer nesse patrimônio cultural de Triunfo, indiscutivelmente, nos enche de orgulho por saber da força do ecoturismo em nosso estado.
O sol começou a se por por volta das 16 horas, mesmo assim, a temperatura já estava declinando a cada minuto. Em pouco mais der 40 minutos, anoiteceu no Pico do Papagaio.
Nesse ponto do Pico do Papagaio, você tem uma sensação como se estivesse em países da Europa, diante da rapidez que esfria o entardecer nessa serra. São quase 10 Km de distância do centro da cidade de Triunfo.
As geoformas das pedras ao redor do Pico do Papagaio, chamam atenção. As rochas tem um colorido diferenciado. Nesse local, ficamos bem na divisa com o estado da Paraíba.
O Monumento do Careta construído por um artista plástico local, está no mirante da serra. Para quem não sabe, o Careta é um personagem folclórico, que inclusive, é o tema central das manifestações culturais de rua na cidade de Triunfo.
É bom lembrar que  por ser o ponto culminante do estado de Pernambuco, a vista do Pico do Papagaio é agradabilíssima e existe no percusso, artesanato da terra, além de um por de sol encantador.
Conta-se as histórias que segundo alguns estudiosos, a origem da festividade não faz parte do período carnavalesco, mas do Natal, quando dois Mateus de um reisado se embriagaram durante a apresentação e foram proibidos de participar da manifestação. Inconformados, eles vagaram fantasiados pelo município, fazendo barulho com um chocalho e inaugurando a brincadeira.
Posso dizer:
Conheci a história do Careta e o Pico do Papagaio.
Os Caretas são figuras satíricas que transformam o carnaval de Triunfo em um dos mais irreverentes do Estado. Os mascarados representam o principal personagem do carnaval triunfense há mais de 90 anos, e que consolidaram o carnaval de Triunfo o melhor festejo de momo do interior do Estado de Pernambuco.
Ao fundo está a cidade de Princesa Isabel-PB.

AGRADECIMENTOS

Depois de várias postagens dos locais que fui conhecer nos municípios de Flores e Triunfo, venho aqui, agradecer o apoio que tive para concretizar mais uma etapa do Projeto Poeta Viagens e Aventuras
Rogério Bezerra (vice-prefeito de Terezinha), 
Doriel Barros (presidente da FETAPE, 
Rubens Ribeiro e Márcia Matos (Mimos e Presentes), 
Danda (gerente da Compesa), 
Felipe Amaral e Vanessa (Bio Fitness), 
Luisa Siqueira (Supermercado São Luiz), 
Jaldemo (Elétrica Teresópolis), 
Júnior (Farmácia Dehon), Davi Dantas, 
O Borracheiro e Luciana Dantas (pró-Saber), 
Adriana de André (Loja Ambiente Multimarcas – Garanhuns) e os amigos de Flores, Carlinhos do Alto e Cosmo Queiroz.
 
EM SÍNTESE, foram percorridos 650 Km, foram registradas 760 fotos, 05 pontos de visitação. Tudo isso, resultou em 10 postagens e produção de 03 documentários por vídeo.
Em breve voltaremos a botar o pé na estrada para conhecermos outros locais maravilhosos e compartilhar com todos os leitores
 
Até a Próxima!
 
Cláudio André O Poeta

O Poeta tem muito mais conteúdo em nosso canal no YouTube!

Cláudio André

Cláudio André Santos, natural da cidade de Olho d'Água das Flores, sertão de Alagoas, formado em radiojornalismo, poeta, blogueiro, radialista profissional (Reg.3059 - DRT-PE), escritor. Tem doze livros de poesias e crônicas publicados. Premiado Pelo Ministério da Cultura em 2009 com o projeto Cultural Minha Imaginação é um Poema. Estudou além Radiojornalismo, Francês e Filosofia. Membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa (Reg.678). Fundador da Rádio Olho d'Água FM e Rádio Web News Olho d'Água, criador do Projeto Música na Escola, ex-seminarista. Show-man. Foi um dos fundadores e diretor-executivo da Associação de Blogueiros de Pernambuco (ABlogpe). Fundador do Sistema Online Poeta de Comunicação (Blog, Site, Studio, Lista telefônica, Rádio Web e TV Web). Trabalhou em mais de uma dezena de emissoras de rádio nos estados de AL, PE, SP. Tecnólogo em oratória, em técnicas de vendas e administração empresarial pelo SENAC. Tem várias premiações como repórter e blogueiro. Destaque na área do fotojornalismo. Criador do projeto ecológico/educativo Poeta Viagens e Aventura. Membro efetivo da FACUPIRA (Fundação Cultural de Palmeira dos Índios/AL), Ex-membro do Conselho Municipal de Saúde de Bom Conselho/PE. Colunista dos sites Tribuna do Sertão (P.dos Índios) e Tribuna do Agreste (Arapiraca) e 7 Segundos (Maceió). Ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Bom Conselho/PE.